Decorar a casa está em alta. Dados divulgados pela rede social Pinterest revelam que, em 2017, houve um aumento de 75% nas buscas relacionadas ao lar e à decoração. Entre tantos estilos possíveis, um que nunca sai de moda é a decoração moderna, por sua funcionalidade e versatilidade.

Linhas retas, cores cleans e a concepção de que “menos é mais” atraem e conquistam decoradores e clientes, sobretudo por se tratar de um estilo atemporal, mas que cria pontos de interesse com peças ousadas e impactantes. Ele é ideal para pessoas antenadas e lares onde moram indivíduos de várias idades e personalidades.

Listamos, a seguir, 8 tendências em decoração moderna com potencial para fazer parte de projetos com essa proposta. Acompanhe!

1. Paredes com quadros e artes

As paredes cruas, ou seja, com tijolo aparente ou aspecto de que não receberam pintura, têm perdido espaço na decoração moderna. Elas foram usadas em muitos projetos para se tornar um ponto de interesse no cômodo, trazendo um ar industrial e com cara de Nova York, mas, agora, a tendência é o uso de quadros, pinturas, ilustrações e até wall art.

Temas abstratos, quadros realmente grandes e com cores, ilustrações interessantes e fotografias podem ser exploradas nas paredes amplas. Vale a composição, desde que não sobrecarregue o ambiente. Para um ar mais moderno, opte por poucos, mas bons quadros.

2. Móveis de marchetaria

Outra ideia que tem conquistado os amantes de uma boa decoração moderna são os móveis de marchetaria — técnica que ornamenta as superfícies planas com diferentes materiais. Para um projeto vanguardista, escolha peças que utilizam, essencialmente, vários tipos de madeira e padrões mais retos.

O efeito causado pela marchetaria na mobília pode ser o que um cômodo está precisando. Com linhas retas ou formas geométricas, tal trabalho fica ainda mais interessante quando aplicado em mobiliários com características vintage.

No entanto, uma boa mesa de centro ou um aparador transformam-se em verdadeiras modernidades com a marchetaria correta.

3. Mix de metalizados

Acabou aquela ideia de que tudo é prata, dourado ou bronze. Agora, misturar cores de metais está na moda, principalmente para cozinhas e áreas gourmet. Além de combinarem com praticamente toda a paleta de cores, os metalizados contribuem para ampliar o espaço visualmente.

Mesclar pinturas metalizadas em adornos é outra aposta para trazer um ar moderno (e até futurista) ao cômodo. Pode-se usar também o perolado e o efeito gloss. Tenha cuidado apenas para não remeter aos anos 70 e 80. Nunca se esqueça de que menos é mais.

4. Elementos naturais

Trazer a natureza para dentro de casa é mais do que usar plantas, embora tais itens sejam essenciais. O linho, o crochê, os objetos de bambu e as estampas de folhagens também representam formas de incluir elementos naturais na decoração. Objetos artesanais ou com técnicas manuais imprimem personalidade e aconchego ao ambiente.

Com relação às plantas, vale a pena explorar as folhagens verdes vivas e as que misturam cores nos cômodos. O uso de vidros e janelas para mostrar a área externa e os jardins de inverno também está em alta, servindo para trazer mais natureza para o lar.

Unindo a estética à funcionalidade, há o aproveitamento da luz natural nos projetos atuais de decoração moderna. Assim, utiliza-se menos iluminação artificial, dando um ar mais limpo ao espaço.

5. Menos perfeccionismo

Quando falamos em decoração moderna, logo vêm à mente as linhas retas, os tons claros e as peças com design arrojado. Porém, em 2018, a graça está em desapegar um pouco do perfeccionismo.

Trata-se do estilo que alguns decoradores têm chamado de Wabi Sabi — termo da antiga filosofia japonesa que significa encontrar a beleza na impermanência e na imperfeição. Essa tendência vai ao encontro da já listada anteriormente sobre elementos naturais, pois peças artesanais e feitas à mão tendem a não ser perfeitas.

E é exatamente aí que está todo o charme. Para os novos projetos em decoração moderna, os aspectos de “desgastados pelo tempo” podem ser explorados. Assim, o algodão (que também é um elemento natural), a cerâmica não tão perfeitamente lisa e os móveis de madeira de demolição proporcionam beleza na imperfeição, mesclando modernidade e consciência.

6. Móveis e peças reformadas

Ser sustentável está na moda. Mais do que isso: tem sido valorizado na área da decoração! Já faz algum tempo que as pessoas buscam reformar móveis antigos, mas, agora, essa tendência ganha ares de sustentabilidade e sofisticação.

Alguns designs são consagrados — e saber encontrar novos usos para objetos clássicos é moderno, consciente e sustentável. Portanto, não descarte a ideia de reutilizar mobílias e objetos. Lembre-se da história que guardam e, se não couberem neste projeto, considere guardá-los para o próximo.

7. Revestimento em espinha de peixe

Seja para o piso ou a parede, o revestimento em espinha de peixe voltou com força total e conversa muito bem com uma decoração moderna. Isso porque suas linhas e formas geométricas são interessantes de se olhar.

Além disso, a espinha de peixe proporciona amplitude visual para o espaço e um aspecto em três dimensões. Esta forma de dispor as peças pode ser explorada com revestimentos de madeira (opte pelas mais escuras neste caso, afastando-se do visual anos 90) ou pisos que imitam o concreto.

8. Cores pastéis

Com relação às cores, as que mais se destacam nesta temporada são as pastéis. Na decoração moderna, a combinação de tons cinzas, botânicos e areia ajuda a eliminar a calmaria em excesso.

O nude, o fendi e o verde sálvia podem ser boas escolhas para a base de ambientes modernos e clássicos. Já quanto ao rosa millenium, é melhor deixá-lo apenas para alguns poucos acessórios ou apostar em um tom de rosa mais acinzentado.

O rosa, em conjunto com um alaranjado (algo que alguns chamam de laranja damasco), é mais interessante para a decoração moderna.

Além disso, aposente o azul bebê e o verde menta, dando preferência aos tons de azul empoeirado e roxo lavanda. Não se esqueça do Ultra Viollet (escolha da Pantone para 2018), do amarelo dourado e do azul saturado.

As tendências para decoração moderna apontam para um caminho mais livre e com bastante integração da natureza. Porém, o funcional e a escolha de bons objetos com designs sofisticados são a marca registrada deste estilo. O truque para manter o vanguardismo é incluir elementos de destaque, unindo a moda à personalidade do cômodo.

E então? Gostou de saber mais sobre as tendências da decoração moderna? Compartilhe este conteúdo nas redes sociais e ajude a levar informação para seus colegas!