Um projeto de decoração contemporânea tem como premissa agregar o estilo clean, funcional e simples em um só espaço. Ele combina perfeitamente com a praticidade exigida no dia a dia atual e a sua principal marca são os móveis com linhas retas e a adição de elementos focais de cores vibrantes em meio a um ambiente mais neutro.

O atributo essencial das composições contemporâneas é manter o pensamento de que “menos é mais”. Para acertar na decoração do seu projeto, neste post, você vai conferir o conceito, as características e os elementos fundamentais para criar esse tipo de decoração de ambientes. Vamos lá?

Conceito de decoração contemporânea

Em sua essência, a palavra “contemporâneo” significa “do momento”. Talvez seja por isso que esse tipo de decoração tenha uma definição tão difícil. Contudo, esse é o único estilo que tem a capacidade de emprestar elementos de outras estéticas em sua decoração, como as linhas modernas, tradicionais, rústicas e, até mesmo, futuristas.

Outro ponto interessante da decoração contemporânea é a sua constante evolução. Ao contrário de outros projetos decorativos, o que é definido como contemporâneo hoje pode mudar em alguns anos. Por exemplo, atualmente, o visual estabelecido são os móveis com linhas retas, cores neutras e minimalismo, no entanto, essa concepção pode aparecer de uma forma diferente no futuro.

É bom destacar que, muitas vezes, o estilo contemporâneo é confundido ou descrito como sinônimo do design moderno. Embora alguns elementos da decoração moderna seja utilizado em um projeto contemporâneo, os dois têm as suas diferenças.

O estilo moderno tem referência aos projetos decorativos de meados do século XX, no qual tem como característica essencial o uso de materiais naturais e cores neutras no ambiente. Dessa forma, podemos dizer que a diferença entre eles é que um tem uma aparência específica e o outro está em constante mudança, devido à tendência de novos materiais e peças em determinadas épocas.

Principais características da decoração contemporânea

Essencialmente, contemplam plantas com conceito aberto, janelas amplas e pé-direito alto. As paletas de cores na decoração são bastante extensas, vagando entre o preto e o branco, além de usar tonalidades vibrantes aplicadas aos elementos focais.

O objetivo primordial dos projetos contemporâneos é transformar o ambiente em um espaço que reflita a personalidade dos moradores, indicando as características de cada integrante da família por meio de variados fatores.

Simplicidade

O efeito clean se dá pela decoração simples e organizada. Esse estilo preza pela funcionalidade, além da estética. Até porque, a decoração contemporânea combina perfeitamente com o estilo de vida urbano, prático e minimalista.

No Brasil, os elementos que representam esse tipo de design são os corrimãos de serralheria, amplos vãos livres, integração com a área externa, prevalência da iluminação natural e a utilização de materiais com superfícies brutas, principalmente o concreto.

Mobília

Como esse é um estilo de projeto que está sempre em evolução, é fundamental manter o ambiente atualizado e funcional. Afinal, o contemporâneo une o que há de novo no mundo com o que já conhecemos.

A mobília utilizada deve ser simples e ao mesmo tempo irreverente, sendo possível misturar linhas retas e curvas, mas sem sobrecarregar o décor. As opções fabricadas em mármore, madeira, acrílico, vidro, cimento e metais cromados são ideais para incorporar a contemporaneidade ao seu projeto.

Considerando que os móveis costumam ser largos, espaçosos, baixos e com superfícies lisas, a rigidez pode ser quebrada com o uso de tecidos suaves nos tapetes, cortinas, mantas e estofados confortáveis. Os materiais mais adequados são algodão, flanela, lã, linho, seda, caxemira, entre outros.

Com relação aos acabamentos, eles devem ter efeitos lisos e elegantes, como espelhado, envidraçado, verniz, metal ou pintura simples. O importante é focar na harmonia entre as tonalidades e o equilíbrio das peças instaladas no espaço decorado.

Iluminação

No geral, a proposta do estilo contemporâneo é prezar pela boa iluminação. Por essa razão, os profissionais valorizam bastante a iluminação natural sempre que possível. Vale destacar que o planejamento da iluminação é tão importante quanto o projeto arquitetônico, afinal, é nessa hora que será possível identificar os tipos de lâmpadas e luminárias apropriadas para garantir conforto visual em todos os ambientes.

Para potencializar a incidência da luz natural no interior da residência, a sugestão é aplicar cortinas com tecidos leves, transparentes e de cores sóbrias. Contudo, para a iluminação artificial, prefira os pendentes de materiais metálicos com linhas simples e trilhos de iluminação com spots aos cômodos amplos, como salas e cozinhas. Isso garante uma atmosfera mais industrial à decoração do teto.

Como surgiu o conceito de decoração contemporânea

O conceito contemporâneo na decoração surgiu na pós-modernidade, entre o final dos anos de 1980 e início de 1990, se mantendo em constante evolução até os dias de hoje. Como não existe uma linguagem única, cada arquiteto ou decorador cria a sua concepção de projeto, por meio da criatividade e personalização do ambiente.

Isso permite que elementos atuais se relacionem com os antigos, estabelecendo formas de expressões inéditas. De todo modo, o contemporâneo nasce na repetida busca pelo novo.

Principais elementos da decoração contemporânea

Embora as principais características da decoração contemporânea sejam ambientes clean com móveis de superfície lisa e sem detalhes complexos, não significa que uma casa — ou apartamento — deva parecer fria e sem vida.

A mistura de elementos transforma o espaço em um local confortável com toques sofisticados e inovadores. Para isso, será necessário implementar alguns elementos-chave na decoração.

Iluminação natural

No design contemporâneo, as salas fechadas e as pequenas janelas deram lugar ao conceito aberto com janelas amplas para criar uma atmosfera mais arejada.

Desse modo, desde o projeto arquitetônico ideal, escolha um local estratégico que permita a entrada da luz do sol por meio das janelas de vidro e claraboias e instale vidros translúcidos em áreas de privacidade.

Materiais naturais

Quando pensamos em materiais naturais, o que vêm à mente são os móveis de madeira. Além da madeira nos próprios móveis, no deck da varanda ou em outros revestimentos, é possível fazer uso de outros tipos de matérias-primas brutas, como as mobílias de couro.

O estilo contemporâneo trouxe novas percepções de uso dos materiais naturais e orgânicos. Dessa maneira, a utilização de rocha, ardósia, tecidos em algodão, lã e outros têxteis ficam apenas reservados para usos domésticos tradicionais.

Leveza

Os designers de móveis têm criado sofás, mesas e outros itens que refletem uma abordagem mais leve da vida. Atualmente, a decoração pesada foi substituída por linhas retas e limpas, transformando o lar em um ambiente mais casual.

Tapetes

Tapetes são elementos obrigatórios para potencializar o conforto e o bem-estar no dia a dia dos moradores do espaço. Capazes de marcar o estilo da decoração, eles ainda colaboram com o planejamento térmico e acústico dos cômodos nos quais são aplicados.

Os padrões contemporâneos podem ser usados para estabelecer pontos focais ou criar limites de separação entre ambientes distintos. Utilizar um tapete de cor vibrante, em uma divisão que contenha uma decoração neutra, renova e traz vivacidade a qualquer espaço.

Se a intenção é contrapor a mobília pesada e sóbria, os tipos de tapetes com temas geométricos e com linhas suaves criam um efeito visual leve.

Ambientes integrados

Os projetos arquitetônicos têm incorporado o conceito aberto ao estilo contemporâneo, transformando-o em uma solução incrível para quem ama de receber visitas em casa, garantindo excelentes encontros sem que as pessoas tenham que se deslocar de um canto a outro para acompanhar o anfitrião.

É possível ter resultados surpreendentes por meio dos ambientes integrados. A integração entre sala e cozinha é a melhor combinação, na qual a divisão das áreas se dá por meio da instalação de uma ilha ou construção de meia parede, que pode servir como apoio à cozinha ou bancada para refeições, se for acompanhada de banquetas.

Outra forma de criar um conceito aberto é integrar a sala com a área externa para quem gosta de estar em contato com a natureza. Nesse caso, há a possibilidade de uma abertura completa ou parcial, utilizando portas amplas. A dica é optar pelas portas de vidro, uma vez que mantém os ambientes integrados visualmente.

Uma regra básica desse tipo de decoração é escolher o mesmo piso em todos os ambientes para não ocasionar uma quebra na ideia de integração. Além disso, a decoração com tapetes é imprescindível nos espaços abertos. Eles delimitam as áreas de cada cômodo.

As estantes também são excelentes aliadas na separação imaginária de ambientes, inclusive, ajudam bastante na organização. Outro complemento fundamental na decoração contemporânea são os espelhos, pois aumentam a profundidade dos espaços, tornando-os ainda mais amplos.

Tecnologia

Ter uma casa que ajuda os seus moradores nas tarefas do dia a dia não é um sonho distante. O conceito das casas inteligentes cria sistemas integrados, dos quais permitem o controle da iluminação, temperatura do ambiente, sistemas de segurança, ativação de eletrodomésticos por meio de controle remoto, redes wireless ou Bluetooth.

A vantagem de implementar a tecnologia na rotina dos moradores é a otimização do tempo e economia de energia. Afinal, as soluções automatizadas são mais sustentáveis e influenciam a obtenção de mais pesquisas relacionadas ao assunto, o que garante o desenvolvimento dessas tecnologias inteligentes com custos mais baixos.

A iluminação na decoração contemporânea

Considerando que a premissa do design contemporâneo é a praticidade, abusar das fontes de iluminação natural é a melhor recomendação. Para o seu projeto, instale janelas amplas, com vidros lisos e transparentes, isso favorece a incidência da luz solar e contribui para a circulação do ar, mantendo a composição arejada.

As luzes artificiais também são fundamentais no ponto de vista prático e estético da casa ou do apartamento. É possível utilizar, em cada cômodo, um sistema especial para garantir o efeito adequado de acordo com as finalidades dos ambientes. No entanto, antes de elaborar o projeto luminotécnico, leve em conta o design do lugar e as superfícies dos móveis escolhidos para evitar efeitos de refração excessiva.

Luminária de piso

Essa alternativa leva mais charme ao canto de leitura, inclusive, tem a vantagem de ser transportada com facilidade para outro ponto do cômodo. Os modelos são inúmeros, entretanto, é importante lembrar que elas não devem ser consideradas como um abajur ou iluminação geral do ambiente, uma vez que costumam funcionar como luz direcional.

Projetos contemporâneos exigem os modelos com design personalizado, essencialmente os geométricos, podendo ser totalmente metálicos ou coloridos em linhas finas e sem muitos detalhes rebuscados.

Como a luminária de piso costuma ser posicionada na lateral da cama, no canto da sala, na mesa de trabalho ou nas varandas, as lâmpadas utilizadas devem ser incandescentes ou de LED, que não danificam as superfícies por conta da alta temperatura. Quanto à cor, o ideal é que sejam amarelas para ambientes que estimulam o relaxamento e brancas aos que requerem concentração.

Pendentes

Eles dão personalidade a qualquer ambiente de uma casa ou de um apartamento. Porém, na hora de escolher, contemple a dimensão da peça com relação aos demais elementos do espaço.

Com relação à distância entre os móveis e os pendentes, isso requer uma pesquisa detalhada para que sejam funcionais e não percam o seu charme especial. Por exemplo:

  • na sala de estar, prefira deixá-lo entre 1,50 e 1,70 metros da mesa de centro ou a cerca de 40 centímetros da mesa lateral;

  • na sala de jantar, a altura pode variar entre 70 e 90 centímetros do tampo da mesa;

  • na cozinha, se o pendente for colocado acima da bancada de refeições, segue a mesma variação da sala de jantar. Agora, se for em uma bancada de trabalho, é essencial que esteja além de 1 metro do móvel;

  • no quarto, os pendentes são excelentes para substituir abajures sobre os criados-mudos, por isso, posicione-os a 30 ou 50 centímetros acima do tampo.

Uma sugestão é optar pelas alternativas com regulador de fio para aumentar a flexibilidade na instalação. Além disso, tenha atenção ao aplicar esse tipo de iluminação sobre os tampos de vidro e espelhados, para isso, busque possibilidades que mantenham a luz difusa.

Iluminação para gesso

Esse tipo de acabamento é muito versátil e tem se tornado uma opção cada vez mais usada nos projetos contemporâneos. O gesso, inclusive, já é considerado como um revestimento ecológico e sustentável. Além disso, tem um apelo estético incrível.

Uma iluminação para gesso tem a capacidade de impactar a composição de um espaço, acrescentando beleza e elegância, por meio da distribuição harmônica de luz nos ambientes. Esse estilo de iluminação é excelente para divisão de ambientes. É possível, por exemplo, criar uma separação imaginária de maneira sutil e sofisticada das salas, aplicando um forro de gesso com spots e fontes de luz indireta para destacar a mesa de jantar.

Outra forma de aplicar a iluminação para gesso são as sancas com luzes embutidas nas bordas do teto. A elegância é atingida, principalmente, quando as luzes são direcionadas aos detalhes da ornamentação, como texturas, objetos decorativos ou aparadores.

Fitas de LED

Como as tendências de decoração contribuem com o meio ambiente, as lâmpadas de LED são ótimas opções para a economia de energia, além de não emitirem tanto calor quanto outras alternativas do mercado. Essencialmente, a fita de LED é uma possibilidade versátil de garantir uma iluminação criativa nos projetos.

O material é flexível e autoadesivo, logo, é perfeito para superfícies estreitas e lineares. Contudo, antes de investir nessa opção, é fundamental escolher a voltagem ideal para cada situação, já que existem modelos de 110 V, 220 V, 12 V, 24 V e bivolt.

Com relação ao comprimento, é possível encontrar alternativas de um a cinco metros das quais variam na quantidade de LEDs. Inclusive, é bom destacar que o corte de uma fita deve ser realizado por módulos e não por metros.

Na decoração de um espaço, a dica é dispor a fita de LED sob o cortineiro de gesso da sala de estar, aplicá-la ao redor do espelho do banheiro, sob os armários superiores da cozinha ou atrás da cabeceira da cama. As opções brancas dão um toque de sofisticação para o ambiente, enquanto as amarelas estabelecem um clima agradável.

Cores utilizadas na decoração contemporânea

O estilo contemporâneo permite que você experimente novas cores em seu projeto, já que ele não está limitado a um tema tradicional, que se repete em todos os ambientes.

No entanto, a base da decoração deve priorizar o preto, branco, cinza, bege, creme, castanho ou, até mesmo, rosa acinzentado. Essas são sempre as opções mais seguras e que combinam com o tipo de decoração com linhas simples e elegantes.

No caso dos detalhes decorativos, esses elementos já abrem espaço para inserir cores vibrantes de maneira elegante. As melhores alternativas para as cores de destaque são: amarelo, laranja, vermelho e lilás.

Geralmente, o ponto focal é assumido pelas mobílias, cortinas, tapetes e almofadas, entretanto, é possível aplicar uma cor vibrante em uma das paredes para dar mais profundidade ao cômodo escolhido. Estabelecer um elemento de foco estabelece exuberância e uma sensação de luxo em todos os ambientes da casa ou do apartamento.

Como aplicar a decoração contemporânea no imóvel

Quer incorporar o estilo contemporâneo em seu projeto? A gente ajuda você! Antes de tudo, deixe que a personalidade dos moradores seja a grande influência da atmosfera do projeto. Essa é a maneira mais prática de alcançar o objetivo dessa decoração.

Vale destacar que esse tipo de décor não tem a necessidade de ser totalmente composta por elementos atuais. É viável contrapor com itens de outros estilos para garantir conforto e acolhimento ao estilo contemporâneo.

Contemporâneo + moderno

Se a intenção é criar essa mistura, incorpore ideias modernas de decoração, como sofás baixos e tapetes felpudos com elementos contemporâneos. Uma outra sugestão é apostar nos pisos de cimento queimado e aplicar uma pintura baseada em grafite em uma das paredes do cômodo principal.

Contemporâneo + tradicional

Os móveis tradicionais assumem uma aparência contemporânea quando combinados com elementos leves, como a utilização de madeira clara, tapete ombré e paredes com tonalidades cinza claro.

Contemporâneo + rústico

É possível usar madeira pesada no estilo contemporâneo, desde que o design contenha linhas retas que valorizem as suas superfícies, harmonizadas com cores neutras para garantir mais aconchego aos cômodos.

Inspirações de decoração contemporânea

Projetos contemporâneos têm elementos neutros como base, com toques ousados e artísticos em sua composição. Espaços integrados também são uma característica muito marcante nesse estilo. Dessa forma, a escolha correta das luminárias, tapetes e estantes será primordial para dividir os espaços de maneira impecável!

Decoração da sala

Por ser o ambiente mais movimentado de uma residência, o projeto exige um cuidado especial na hora de escolher a mobília e outros itens decorativos.

Em primeiro lugar, decida qual será a paleta de cores utilizada. Depois pense na estrutura que traz contemporaneidade ao espaço, como as sancas de gesso no teto para elaborar uma iluminação com spots. No caso dos móveis, invista nas opções de linhas sinuosas, com design inovador e que sigam a paleta de cores escolhida inicialmente. As peças com acabamento metalizado são ótimas opções, seja uma estante, seja uma mesa lateral.

Lembrando que, para ser contemporânea, o cômodo não precisa seguir a linha high-tech, inclusive, os tons definidos devem favorecer a estrutura do ambiente, sem deixar o local sobrecarregado em qualquer período do dia.

Decoração da cozinha

Além da sala, a cozinha se tornou um novo ponto de encontro dos amigos e familiares em uma casa ou apartamento. Desse modo, estilizar esse ambiente é fundamental para o conforto dos moradores e visitantes. Portanto, escolha móveis com design irreverente que harmonize com a paleta de cores da sala, considerando a tendência da integração dos dois ambientes.

Você também pode dedicar um tempo a mais no projeto luminotécnico utilizando faixas de LED nas bases dos armários superiores e instalando pendentes para uma iluminação mais intimista. A dica é que se tenha um pendente direcionado à bancada de serviço e outro à mesa de jantar.

Inclusive, a mesa de jantar é a que mais oferece uma atmosfera aconchegante ao estilo, principalmente quando tem um design mais diferenciado, tornando-se a protagonista na decoração da cozinha.

Decoração do quarto

As decorações tradicionais, seja para o quarto do casal ou das crianças, passou a dar lugar ao inovador estilo contemporâneo. Com base no design carregado de curvas e estampas geométricas, esse cômodo tem recebido cada vez mais movimento.

Uma das tendências é a mistura de revestimentos têxteis nos elementos decorativos. Além disso, investir em quadros com desenhos contemporâneos, frases ou fotos estilizadas de artistas é uma excelente ideia para incorporar em seu projeto.

A madeira surge como um item essencial no décor, podendo ser usada nos móveis, no piso, revestimento de uma das paredes ou nas esquadrias. Os pendentes também podem fazer parte do visual contemporâneo do quarto, levando um charme especial e confortável ao espaço.

Como destacamos, criar um ambiente nesse estilo não é tão difícil, basta aliar as características pessoais dos moradores com elementos atuais e pronto!

Você gostou deste guia completo sobre decoração contemporânea? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receba todas as nossas atualizações diretamente em seu e-mail!

Foto do projeto de Erika Queiroz