Você sabia que muitos dos acidentes domésticos poderiam ser evitados por meio de medidas preventivas quanto à segurança dentro da casa? Mundialmente, esses casos estão entre as cinco principais causas de morte. Já no Brasil, 37% dos atendidos em hospitais são vítimas de acidentes domésticos.

Apesar de o nosso lar ser considerado um local seguro e aconchegante, quem tem ou já teve criança em casa sabe que uma pequena distração dos pais, cuidadores ou qualquer outro responsável é crucial para a ocorrência de acidentes leves ou graves. Como as crianças são curiosas, afogamentos, queimaduras, sufocamentos e intoxicações são os principais acidentes.

Em relação aos idosos, a questão é diferente. Com o avanço da idade, as pessoas vão perdendo seus reflexos e a força dos ossos. Consequentemente, é comum observar a perda de equilíbrio durante caminhadas ou ao levantar do sofá e da cama. Esses aspectos fazem parte das mudanças naturais no corpo dos idosos, fazendo com que sejam as maiores vítimas dos acidentes domésticos.

Contudo, sabemos que a curiosidade das crianças não vai parar e envelhecer não deve ser considerado um pesadelo. Portanto, a solução é deixar sua casa mais segura, executando algumas adaptações na rotina familiar e no projeto de decoração, fundamentais para garantir bem-estar e segurança de toda a família. Acompanhe este artigo e confira!

1. Utilize móveis sem quina e adaptados

Optar por mobiliários sem quina ou considerar a instalação de protetores para essas áreas é essencial para casas com crianças. Sabemos que os pequenos gostam de correr de um lado para o outro, então, esses cuidados impedem o impacto contra superfícies pontiagudas.

No caso dos idosos que fazem uso de cadeiras de rodas, prefira mobílias com altura confortável e espaços inferiores. Essas adaptações fazem com que eles alcancem objetos com facilidade e garante mais autonomia dentro de casa. Além disso, camas e sofás também devem ter uma altura que facilite o ato de se levantarem.

2. Instale pisos antiderrapantes em áreas molhadas

O banheiro é um dos cômodos mais perigosos da casa, tanto para as crianças quanto para os idosos. Como o risco de queda é maior nos banheiros, principalmente dentro do box, por conta da combinação entre água e sabão, pisos antiderrapantes são imprescindíveis.

Outros ambientes nos quais é necessária a aplicação desse revestimento são a cozinha e a área de serviço. Na cozinha, o perigo não está apenas na água, mas também no acúmulo de gordura, que cria uma fina camada lisa, propiciando escorregões.

3. Deixe o caminho livre para a circulação das pessoas

Garantir um espaço amplo para a locomoção é primordial tanto para o bem-estar dos mais velhos quanto dos mais novos. Portanto, esqueça as peças decorativas, como vaso com plantas, estátuas e outros itens que ficam no chão. Lembre-se ainda de não deixar fios de eletroeletrônicos soltos e aparentes no chão ou parede.

Outro ponto da casa que merece devida atenção é o corredor. Procure utilizar luzes fluorescentes para ampliar a iluminação e permita que a largura do espaço seja de, no mínimo, um metro, para favorecer a movimentação. Manter os cômodos livres colabora com a qualidade de vida de todos.

Afinal, por mais que os idosos estejam com a saúde em dia, a redução de reflexos, visão e equilíbrio é normal e isso pode causar quedas com consequências graves. Já as crianças não têm senso de perigo e manter ornamentos pesados no chão pode provocar sérios acidentes.

4. Instale carpetes nos cômodos quentes

A instalação de carpete é indispensável na prevenção de quedas e outros acidentes que possam acontecer no dia a dia de uma família. No caso dos bebês que começam a sentar, a tendência é que se desequilibrem com certa frequência, ocasionando muitos tombos.

Geralmente usado como revestimento de salas e quartos, a grande vantagem é que esse elemento oferece uma superfície antiderrapante e um estofado natural que amacia os tombos de bebês, crianças e idosos. Uma vez que os carpetes são instalados, também amortecem a queda de pratos, copos e outros objetos frágeis que costumam quebrar facilmente, causando até mesmo ferimentos graves.

Se você não pretende instalar carpetes em toda a extensão dos cômodos quentes, a dica é escolher tapetes com bases antiderrapantes. Aplicados em pontos estratégicos da casa, têm a mesma propriedade dos carpetes em questão de segurança.

benefício dos tapetes antiderrapantes é que não criam elevações por conta das possíveis dobras nas pontas e não deslizam durante a circulação das pessoas. Isso sem contar que eles podem ser usados como passadeiras em cozinhas e banheiros, deixando o contato com o chão mais macio e o ambiente mais limpo.

5. Trave as gavetas e os armários

Invista em travas específicas para armários e gavetas de banheiros, cozinha, área de serviço e outros que possam conter itens perigosos, como remédios, produtos de limpeza e utensílios domésticos pesados ou que quebram. Quando contraindicados, medicamentos, vitaminas, antissépticos bucais e outros produtos oferecem riscos para as crianças e idosos. Por isso, é necessário mantê-los fora de alcance.

No caso das crianças, amaciantes de roupas podem ser confundidos com brinquedos e, pior ainda, encarados como sucos, por contas das variadas tonalidades que têm. A consequência é o consumo, causando sérias consequências à saúde.

6. Deixe utensílios de cozinha fora do alcance de crianças

A cozinha é um dos ambientes mais perigosos para crianças que já caminham ou estão aprendendo a andar. Enquanto estiver cozinhando, deixe os cabos das panelas voltados para o lado inferior. Assim, se dificulta o alcance. Para evitar distrações, prefira utilizar as bocas de trás do fogão.

É conveniente também contar com puxa-sacos para armazenar sacolas de supermercado. Além de evitar que fiquem espalhados em um canto do local, causando acidentes, uma criança pode achar que são brinquedos e acabar se sufocando em minutos.

A solução mais indicada em primeiro lugar é instalar um portãozinho para impedir o acesso de crianças pequenas ao cômodo. Isso impossibilita que qualquer tragédia ocorra e os pais podem ficar mais tranquilos em deixar os pequenos livres para descobrirem o ambiente e se desenvolverem de maneira segura.

Viu como é possível deixar seu lar muito mais seguro seguindo essas dicas simples? Se você gostou deste conteúdo com informações para aumentar a segurança dentro da casa, curta a nossa página no Facebook e acompanhe nossas atualizações!