Devido à variedade de tamanhos, formatos, materiais, cores e estampas, muita gente fica perdida na hora de comprar tapete. Contudo, seja qual for o estilo da sua casa ou o tamanho do ambiente, um elemento-chave da decoração é, sem dúvida, esse item. 

A ideia é que essa peça crie uma composição harmônica no espaço, delimite algumas áreas e, acima de tudo, traga conforto. Dessa forma, é importante que seja adquirida antes ou em conjunto com os outros itens de decoração.

Preparamos este post que vai servir como um guia para você adquirir o tapete ideal para cada espaço da sua casa. Conheça os tipos, as espessuras, os mais adequados para cada cômodo, entre outras dicas. Acompanhe tudo e veja como não errar nessa escolha!

Principais tipos de tapete

Os tipos de tapete variam de acordo com o material. É importante entender essas características antes de comprar o produto para ter certeza de que ele é adequado ao ambiente.

Fibras sintéticas

Quem procura um tapete extremamente resistente, prático e durável pode apostar nos modelos de fibra sintética, como nylon, poliéster e polipropileno. São modelos que trazem beleza e elegância a qualquer ambiente, têm um toque macio e podem ser encontrados em cores e estampas variadas.

É o material ideal para áreas com grande fluxo de pessoas ou que tenham contato com umidade, visto que não encolhe. 

Geralmente, as peças produzidas com fibra sintética são antialérgicas, já que não permitem a proliferação de ácaros. Outra vantagem é sua facilidade de limpeza e manutenção.

Você encontra tapetes em fibra sintética de diferentes espessuras, como os modelos de pelo alto, feito de nylon ou poliéster — é uma peça bastante confortável, que traz conforto térmico e é ideal para home theaters e quartos.

Nylon

É a fibra sintética mais recomendada quando se fala em tapetes. Nessa categoria, destaque para o nylon 6.6. da Antron, um material altamente tecnológico, antialérgico, antichamas e antiestático. É indicado para diferentes ambientes da casa.

É possível, ainda, encomendar um tapete personalizado com esse tipo de nylon, já que ele apresenta uma boa capacidade de tingimento. O cliente escolhe a medida, o formato, as cores e os desenhos para que essa peça exclusiva se harmonize de forma certeira com o ambiente.

Com um item personalizado, você pode transformar a decoração, deixando-a mais elegante e com o seu estilo.

Poliéster e Polipropileno

Tapetes feitos com essas fibras sintéticas também são fáceis de limpar e não encolhem. No entanto, apresentam uma durabilidade muito menor que o nylon.

Fibras naturais

Produzidos a partir de plantas ou animais, os tapetes de fibras naturais mais conhecidos são os de lã, sisal, juta e linho.

São produtos que têm um toque áspero e trazem uma estética diferenciada ao ambiente. Dessa forma, são indicados para casas de campo ou para quem quer dar um ar mais rústico ao ambiente urbano.

Entretanto, é preciso tomar cuidado com umidade ou contato com água e alimentos, já que o produto pode estragar. Por isso, são modelos contraindicados para banheiros, salas de jantar ou áreas externas.

Feitos à mão

Nessa categoria, estão os tapetes de lã ou seda que são produzidos manualmente, como o persa, Dhurrie, Kilim e Aubusson. Veja abaixo as características de cada um deles:

  • persa: é uma peça clássica da tapeçaria, de espessura fina. Na maioria das vezes, é tingido com pigmentos naturais;
  • dhurrie: produzido com algodão cru e tingimento natural, é um produto que apresenta estampas de desenhos geométricos e étnicos;
  • kilim: é o conhecido tapete indiano. Você o encontra em estampas variadas, com destaque para listras e formas geométricas;
  • aubusson: são peças bastante clássicas inspiradas na técnica original francesa.

As desvantagens dos produtos de fibras naturais é a dificuldade de limpeza e a menor resistência a derramamento de líquidos.

Pele

Feito de couro bovino ou sintético, é um tapete indicado para ambientes mais rústicos. É importante que a peça seja proveniente de locais certificados para essa finalidade.

Carpetes

Para quem quer um conforto térmico e aconchego para todo o piso, pode apostar no carpete.

Diferentemente do passado, em que os carpetes eram difíceis de limpar, pois não tinham propriedades antiestáticas, hoje você encontra no mercado produtos com alta tecnologia — como a do nylon 6.6 da Antron — que são mais fáceis de higienizar e não permitem a proliferação de ácaros, ou seja, é uma peça que pode ser utilizada até por alérgicos.

Produzida em nylon, com espessura que varia de 6 mm a 40 mm e em diferentes tonalidades, a peça apresenta um toque macio e pode dar a ideia de prolongamento a um ambiente, quando vai de um cômodo ao outro.

O carpete voltou a ser tendência na decoração: traz elegância ao ambiente, propicia um isolamento acústico e pode ser encontrado em diferentes cores e texturas. 

Espessura ideal

Além de selecionar o material mais adequado e funcional para o seu ambiente, é necessário atenção para escolher a espessura correta na hora de comprar tapete.

Há diversos modelos, com espessuras variadas, que vão se encaixar no seu projeto de decoração e nos hábitos dos moradores e em sua rotina, como os tapetes:

  • sem pelo, de 5 mm;
  • de 10 mm, os mais utilizados pela praticidade;
  • de espessura mais alta, de 25 mm a 50 mm;
  • de 70 mm, mais felpudos.

Na hora de comprar, muitas pessoas ficam tentadas a escolher as versões mais felpudas pelo toque extremamente macio e sensação de aconchego. Entretanto, é necessário analisar alguns fatores para saber qual a altura de pelo é a mais indicada para o seu espaço.

Tapetes de baixa espessura

Avalie a rotina da sua casa e o fluxo de pessoas que vai pisar no tapete. Caso seja uma área de passagem e ocorra bastante movimentação, o indicado são itens mais finos, já que a limpeza será mais prática.

Locais com crianças pequenas e animais de estimação também pedem um produto de espessura mais fina. Os pelos dos pets podem ficar aderidos ao tapete e a bagunça dos pequenos pode deixar a peça suja com mais facilidade.

Tapetes colocados em salas de jantar também devem ser mais finos porque há o risco de cair alimentos e bebidas, sem contar a movimentação das cadeiras. Dessa forma, uma peça felpuda pode atrapalhar.

Peças com espessuras mais finas também são ideais para a área da varanda e para os corredores.

Tapetes de pelo alto

Os tapetes de pelos mais altos são indicados para áreas de descanso, em que o fluxo de pessoas e movimentação de móveis seja pequeno, como home theaters e quartos.

É uma peça que traz conforto e propicia que as pessoas fiquem descalças, relaxem depois de um longo dia de trabalho e até deitem sobre ele com almofadas.

Limpeza e manutenção

O tapete é o destaque na decoração e a limpeza e manutenção adequadas mantém o produto mais bonito por mais tempo, aumentando sua vida útil. 

No dia a dia faça uso do aspirador para retirar o excesso de pó e outras sujeiras mais finas. Para a limpeza, é importante ler as especificações da etiqueta, visto que os tapetes não devem ser molhados e muito menos secos ao sol: a exposição excessiva à luz vai manchar e deformar o item.

Quando você lavar o piso onde fica o tapete, espere secar totalmente para colocar a peça de volta, assim evita que se forme bolor.

É importante também girar o tapete a cada seis meses para que não haja desgaste em apenas um dos cantos ou lados do produto.

Limpeza especializada

Muita gente prefere lavar o tapete em casa, porém o risco de estragar o item é grande — o uso de produtos inadequados pode desbotar a peça e a secagem incompleta pode ocasionar mofo e mau cheiro.

Por isso, a dica é levar, pelo menos uma vez ao ano, o seu tapete a um serviço de limpeza a seco especializado. É um investimento que vale a pena, garante maior durabilidade do produto e mantém sua beleza e toque macio.

Medida de emergência

Em tapetes sintéticos, é possível adotar uma medida de emergência caso caia algum alimento ou bebida. A dica é fazer uma solução com um copo de vinagre e duas colheres de bicarbonato de sódio. Aplique a mistura sobre o local e remova o líquido delicadamente com papel toalha.

Tamanho ideal e disposição no ambiente

O tapete é o protagonista na decoração de qualquer espaço. Porém, é necessário escolher a medida correta e saber onde ele deve ser colocado. A ideia é que o produto forme uma composição harmônica com outros móveis e objetos.

Em primeiro lugar, procure respeitar as proporções do cômodo para comprar esse item: áreas muito grandes pedem peças maiores; já as pequenas ficam bem com as menores.

Além de proteger o piso, oferecer aconchego e conforto térmico, o tapete pode ser utilizado para delimitar ambientes e áreas de circulação, deixando o cômodo mais organizado. Quando ele toma o espaço entre os sofás e poltronas, delimita a sala de estar; quando colocado na área da mesa e cadeiras, delimita a sala de jantar.

Sala de estar

Para não errar no tamanho, tome a largura do sofá como medida e tenha o cuidado de deixar o item cerca de 30 cm embaixo desse móvel.

Essa regra vale mais para tapetes lisos. Caso a sua peça tenha um desenho de destaque, você pode deixá-lo mais à mostra.

Sala de jantar

Na sala de jantar, tenha o cuidado de deixar uma margem de 80 cm a 1 m além da mesa para permitir a movimentação confortável das cadeiras sem que elas se enrosquem com o tapete.

Corredor

Em corredores, para que a peça se encaixe perfeitamente e dê um efeito bonito, deixe uma borda de cerca de 25 cm com o piso aparecendo.

Quarto

Para o quarto, a dica é colocar o tapete a partir da metade da cama em direção aos pés. O item deve ser usado para a pessoa pisar descalça antes de se deitar e ao acordar.

Tapetes redondos

Utilizar tapetes quadrados e retangulares na decoração ajuda a organizar os móveis e delimitar os espaços. Mas e no caso das peças redondas? 

Esse item traz muito charme ao espaço, porém pode destoar do restante do ambiente quando utilizado de qualquer jeito. Então, quando comprar tapete de formato circular?

A peça redonda traz criatividade à decoração e pode ser utilizada para delimitar um espaço, como:

  • a área de leitura com poltrona e luminária de chão na sala de estar;
  • o jogo da sala de jantar com mesa circular;
  • espaço do aparador no hall de entrada;
  • o ambiente para brincadeiras no quarto das crianças.

Esse formato de tapete pode ser usado ainda sob dois sofás retos, dispostos em "L".

O item pode ainda ser utilizado em diferentes cômodos para destacar os móveis e objetos sobre ele. Dependendo do desenho e cores, a dica é deixá-lo à mostra, sem nenhum móvel em cima, trazendo um toque diferenciado para a decoração.

Busque inspirações e traga muito estilo e conforto para sua casa com os tapetes circulares.

Tapete ideal para cada cômodo

Além de levar em conta o estilo do ambiente, é imprescindível pensar também na funcionalidade do produto. Dessa maneira, fica mais fácil escolher o tapete ideal, com o material mais adequado para cada cômodo sem que a peça atrapalhe a rotina das pessoas da casa.

Acompanhe abaixo as nossas dicas para não errar no momento de comprar tapete:

Sala de estar

Nesse cômodo, o tapete é usado para agregar os móveis — sofás, poltronas e mesas laterais — e outros objetos, como luminárias de chão. Assim, é importante que ele tenha o tamanho da área formada por esses itens, deixando sempre uma margem de 20 cm a 30 cm. 

Viu só como essa peça é fundamental para demarcar um ambiente, ainda mais se o seu espaço é amplo e contempla também uma área para a sala de jantar?

Cores e estampas

Para escolher a cor ou estampa, veja qual é o efeito desejado. Em salas pequenas, os tapetes mais claros podem trazer a ideia de amplitude. Mas ninguém precisa ficar preso a essa regra: cores mais vivas ou até desenhos marcantes podem fazer parte de uma sala de área menor.

Para não carregar o ambiente, crie sempre um equilíbrio com a tonalidade do restante dos itens, como sofás e cortinas. Tapete neutro e de cores mais suaves para locais com um sofá mais colorido pode ser uma boa ideia.

Materiais

Na hora de escolher o material, avalie a quantidade de pessoas que transita pelo ambiente: se for um ambiente mais para descanso, pode apostar nos tapetes com maior espessura. Do contrário, facilite sua vida, escolhendo uma peça de nylon mais fina.

Composição

A sala de estar permite você utilizar mais de um tapete, como um retangular com os móveis principais e um redondo no canto onde fica a poltrona de leitura. Considerando a cartela de cores do ambiente, cada uma dessas peças pode ter uma estampa diferente, valorizando o seu espaço.

Quarto

O quarto deve ser o cômodo mais aconchegante da casa. Por isso, incluir um tapete torna-se obrigatório. Além disso, junto com cortinas e até a roupa de cama, o item traz um conforto térmico para esse espaço.

Para a cama de casal, o ideal é que o tapete sirva como uma moldura: cubra a largura da cama e criados-mudos e sobre ainda uma borda aos pés da cama. Assim, você tem uma faixa de tamanho adequado para pisar descalço antes de dormir e ao despertar. Outra opção é utilizar dois tapetes menores retangulares, um de cada lado.

A ideia de oferecer conforto, principalmente ao levantar-se da cama, serve também para quartos de solteiros. Mas, caso a cama esteja com um dos lados encostado na parede, um tapete menor já faz essa função.

Cores e estampas

Você pode seguir o padrão de cores da cama e armários na hora de comprar tapete ou criar um contraste — um item mais colorido ou com uma estampa mais marcante pode trazer vida ao quarto ou mostrar a sua personalidade.

A dica é só tomar cuidado com peças muito estampadas: nesse caso, os jogos de cama deverão ser mais neutros para que se harmonizem.

Em cômodos maiores e com o mobiliário mais claro, os tapetes mais escuros criam um estilo incrível na decoração.

Limpeza

É preciso ficar atento ao material, visto que o acúmulo de pó pode causar alergias e atrapalhar a noite de sono. Escolha modelos com tecnologia que evita a proliferação de ácaros e que permitam a limpeza com o aspirador — tapetes em nylon são uma ótima pedida.

Lavabo

Para esse ambiente, o tapete deve ser leve, de secagem mais rápida e de fácil limpeza, já que é um local com umidade.

Procure por modelos resistentes à água e que sejam antiderrapantes. Use a criatividade e escolha um item para trazer um charme a mais a esse cômodo.

Dicas de decoração com tapetes

Quer saber como dar aquele toque especial ao incluir o tapete na sua decoração? Acompanhe as dicas a seguir:

Respeite a proporcionalidade

O tapete deve ser sempre proporcional ao ambiente. Não compre uma peça que ficará colada à parede. Se a ideia é um revestimento macio que cubra todo o piso, opte por carpetes.

Adquira o tapete como o primeiro item do seu projeto

Para facilitar na composição, o tapete deve ser a primeira peça a ser adquirida no seu projeto de decoração. Assim você consegue pensar na medida, cores e estilos dos móveis e outros objetos que vão fazer parte do ambiente.

A dica é que a cor predominante do tapete apareça, nem que de forma sutil, em algum outro item do espaço, como a tonalidade das paredes, móveis, cortinas ou ainda nas almofadas.

Opte pelo tapete personalizado

É possível conseguir o tapete ideal, encomendando uma peça personalizada. Escolha uma empresa de referência na tapeçaria com fábrica própria e selecione o formato, medida, cor e desenho que mais se harmonizem com seu espaço.

Saiba combinar dois tapetes

Se o ambiente precisar de dois tapetes, eles não devem ser iguais porque a decoração ficará estranha. 

É possível optar por tonalidades que sigam o padrão de cores dos móveis ou criar um contraste: móveis mais neutros com tapetes mais chamativos, estampados e vice-versa.

Você pode também fazer sobreposição, deixando um tapete mais neutro e maior como moldura de uma peça menor e mais destacada.

Combine com almofadas

Se você acha que nenhum tapete se harmoniza com o seu ambiente, uma dica simples é escolher uma peça que combine com suas almofadas.

Crie um efeito de movimento

Tapetes com desenhos geométricos ou listras podem dar um efeito de movimento, o que vai deixar sua decoração bastante interessante. Quem quer um efeito mais alegre, pode apostar sem medo em um tapete colorido.

Mude o visual do ambiente

Está cansado da decoração de um cômodo? Saiba que você pode transformar o visual desse espaço trocando o tapete, sem precisar mexer no restante do mobiliário e outros acessórios.

Ao selecionar uma estampa e design diferenciados, por exemplo, você terá a sensação de estar em um novo ambiente!

Tenha a assessoria de um profissional especializado

Para não correr o risco de comprar tapetes e móveis que não combinam entre si ou que não tenham o seu estilo, conte com a assessoria de um arquiteto ou designer de interiores. O profissional faz um projeto de decoração e auxilia na escolha do tamanho e cores do produto para o seu ambiente.

Procure uma loja especializada

Muitos lugares, como lojas de departamentos, têm um espaço para a venda de tapetes. Porém, para que você tenha certeza da qualidade, procure adquirir a peça de uma loja especializada, com fábrica própria e que acompanha as últimas tecnologias e tendências de decoração para a fabricação de seus produtos.

Dessa maneira, você vai receber toda a orientação necessária para a escolha da peça ideal e comprará um tapete diferenciado.

Agora que você já conhece mais a fundo o mundo da tapeçaria, pode comprar tapete sem medo de errar. A peça certamente vai transformar a sua decoração, além de trazer mais aconchego para sua família viver melhor.

Se quiser entender um pouco mais sobre tapetes e carpetes e como eles devem ser utilizados da melhor forma na sua casa ou até mesmo em ambientes corporativos, entre em contato com a nossa equipe e conheça as nossas coleções!